Pesquisadores do NExT/UnB e da Universidade Federal de Tocantins publicam estudo sobre transmissão do COVID-19 no Brasil e sua relação com o clima brasileiro. Os Professores David Prata e Waldecy Rodrigues da UFT e o Prof. Paulo Bermejo do NExT/UnB, publicaram na revista Science of the Total Environment* os resultados de um estudo sobre o impacto da temperatura do clima no Brasil na transmissão do COVID-19.

Dados cumulativos sobre o número diário de casos confirmados foram coletados para as as 27 capitais brasileiras no período de 27 de fevereiro a 1 de abril de 2020. Os resultados indicam que até o limite de temperatura de 25,8 °C, a cada um grau de aumento na temperatura, o número cumulativo de casos da COVID-19 se reduz em 4,89%.

Figura 1: Alterações na temperatura e o impacto no número de casos de COVID-19

Com isso, temos um dos primeiros estudos sobre a transmissão do Covid-19 e sua relação climática no Brasil. Os resultados dessa pesquisa contribuem para subsidiar novas medidas de controle da pandemia no nosso país.

Quer ter mais informações sobre esse estudo, acesse https://lnkd.in/eG_ceu7.

* A revista Science of the Total Environment é referência mundial nessa temática, possui classificação pela CAPES como A1 e fator de impacto ISI 5,589.