A modernização da administração pública é pauta de discussões cotidianas e acadêmicas nos últimos anos, com a consolidação da tecnologia na promoção de serviços para a sociedade. Dessa maneira, o conceito de eficiência que eleva a premissa normativa da utilização dos recursos é de suma importância no contexto das práticas gerenciais e no fomento à inovação, tendo em vista que a constituição expressa no artigo 37, a sua indispensabilidade no contexto estatal.

Alinhados a este cenário de modernização, o Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento para Excelência e Transformação do Setor Público (NEXT/UnB) da Universidade de Brasília (UnB),promoveu no âmbito do Superior Tribunal Militar (STM), o projeto de“Investigação e transformação da gestão do STM: uma visão baseada em processos”. O principal objetivo do projeto foi estruturar um conjunto de rotinas organizacionais para o aprimoramento e a melhoria contínua do desempenho organizacional.

Na primeira fase, o projeto buscou um alinhamento estratégico a partir da priorização dos macroprocessos críticos da organização, com a construção de uma metodologia para a investigação técnico-científica de 4 etapas: capacitação, diagnóstico, prospecção e implementação. Na fase seguinte, foram executados ciclos de melhoria nos processos-alvo do Tribunal, por meio da aplicação de um conjunto de técnicas, com destaque à prospecção de benefícios potenciais em relação às rotinas de trabalho e o redesenho organizacional.

Estas e outras fases e etapas do projeto se converteram na publicação inédita do Livro “Como impulsionar a eficiência organizacional a partir da gestão de processos? Experiências do Superior Tribunal Militar”, de autoria do Professor Paulo Henrique de Souza Bermejo, Daniel do Prado Pagotto, Paulo José Góes Daltro, Tomás Dias Sant’ana, Ingrid Vellenich e Arlete Alves Machado Rodrigues. O lançamento do livro está previsto para o Encontro de Administração da Justiça (ENAJUS), que ocorrerá entre 04 a 06 de agosto de 2019, na Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (FINATEC) sediada na UnB.